Presidentes de associações militares se reúnem com CHEM da PMTO

Demandas da classe foram discutidas
26/05/2023 28/05/2023 13:09 1073 visualizações

Os presidentes de sete associações militares, dentre eles, o presidente da APRA-TO, Subtenente Claylson Carneiro Xavier, estiveram no Quartel do Comando Geral onde participaram de uma reunião com chefe de Estado Maior da Polícia Militar, Cel Cláudio Thomaz. O comandante-geral, Cel Barbosa participou do início das discussões. Na pauta, assuntos relevantes da classe, como por exemplo, reforçar o pedido de reajuste no valor do auxílio alimentação com um percentual baseado no salário de coronel da PMTO, e extensivo a toda a classe militar da ativa.

O encontro aconteceu no fim da manhã dessa quarta-feira, 24, no gabinete militar do CHEM.

Os presidentes das associações pediram ao Comando da PMTO que interceda junto ao governador Wanderley Barbosa, no sentido de que sejam implementadas as progressões dos militares, atrasadas.

E que seja feita, de maneira administrativa, a retroação das promoções de abril de 2021 para abril de 2020.

Na oportunidade foi discutida a efetivação da Lei nº 3.885/22, sobre a implementação da letra 'J ' para as mulheres militares reformadas e pensionistas. Este mesmo assunto já havia sido discutido, em janeiro deste ano, com o Comandante-Geral e o CHEM.

Ainda foi solicitada a disponibilização do CAP - Curso de Aperfeiçoamento de Praças para os cabos que ainda não o fizeram. Para isso, os presidentes das associações solicitaram que seja disponibilizado todo o curso na plataforma EaD, de forma única, a todos. E que, posteriormente, que seja lançado um cronograma de quando será cada turma, da etapa presencial, e, ainda, descentralizado, acontecendo em Palmas, Araguaína e Gurupi.

Participaram da reunião, presidentes de associações militares, exceto o da ASMIRD de Dianópolis, que pediu ao presidente da APRA que o representasse e assinasse os documentos necessários.

Todas as discussões foram reforçadas junto ao Comando, que ficou de analisa-las, com o entendimento de que são justas e necessárias. A intenção é trabalhar para a efetivação das mesmas.

Subscrevem:

Associação dos Praças Militares do Estado do Tocantins - APRA-TO;

Associação dos Militares da Reserva, Reformados e Pensionistas do Estado do Tocantins - ASMIR;

Associação dos Praças e Bombeiros Militares de Araguaína - APA;

União dos Militares do Tocantins - UNIMIL-TO;

Associação dos Cabos e Soldados do 5º BPM do Estado do Tocantins - ACS PORTO NACIONAL;

Associação dos Praças e Servidores Militares do Estado do Tocantins - ASPRA TO;

Associação dos Militares de Paraíso do Tocantins e Região - ASMIPAR;

Associação dos Militares da Região de Dianópolis - ASMIRD.

 

Umbelina Costa/Ascom APRA-TO