Presidente da APRA reúne com novo comandante dos Bombeiros

Nas tratativas, pautas de interesse coletivo
08/11/2023 08/11/2023 22:02 397 visualizações

O presidente da APRA-TO, subtenente PM Claylson Carneiro Xavier, o diretor Administrativo 1⁰ sargento BM Kássio Maluar e o diretor de Representação dos Bombeiros, da Associação, 1º sargento BM Manoel Pereira, estiveram com o novo comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Tocantins, Cel Peterson Ornelas.

O presidente da UNIMIL, 2º sargento João Victor Moreira, alguns membros de sua Diretoria e o deputado estadual Júnior Brasão, também, participaram da reunião.

O encontro aconteceu no final da manhã desta quarta-feira, 8, no gabinete do comando, no Quartel do Comando Geral dos Bombeiros, em Palmas.

O presidente da APRA deu as boas-vindas ao novo Comandante-geral desejando sucesso, já que agora assenta na principal cadeira da Instituição. "Seguimos confiando e sabendo da capacidade e potencial que ele tem pra fazer um dos melhores comandos dos bombeiros. Já fazia parte do Comando da Instituição, como Chefe do Estado Maior, então conhece as demandas da instituição e da tropa", disse o subtenente Claylson.

Entre as tratativas, a revisão no QOD - Quadro de Organização e Distribuição do efetivo dos Bombeiros. Na última revisão foram reajustadas as vagas de postos e graduações, exceto, a de subtenente que não houve alteração. Essa pauta foi reforçada pelas entidades presentes e diretorias.

As associações fizeram suas considerações, também, sobre o TAF e pediram ao Cel Ornelas para que não seja aplicado o atual, mas, o último Teste de Aptidão Física. Em resposta, o comandante disse que está criando uma comissão para debater a questão.

Outro ponto abordado foi a abertura de uma nova turma do CAS - Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos, para os atuais primeiros sargentos que ainda não possuem o curso e não estão no Curso em andamento no CBMTO. Para esta demanda, o novo comandante informou que vai analisar com cautela e verificar a possibilidade, já que depende de orçamento.

A CIBS - Companhia Independente de Busca e Salvamento, também, esteve em pauta. Sobre a proibição da troca de serviço e outras questões, o Cel Ornelas explicou que vai analisar o contexto e responder as associações.

Um foco, igualmente, importante no encontro foram as Ordens de Operação. Outra pauta a ser revista pelo novo comandante.

Sobre o concurso pra Soldado, o Comando explicou que vai tentar convocar os 13 excedentes do concurso anterior, para que façam o Curso de Formação juntamente com os aprovados no concurso homologado recentemente pelo governador.

 

 

Umbelina Costa/Ascom APRA-TO