No Dia do Soldado, tristeza e decepção imperam nos quartéis

APRA-TO lamenta o desrespeito do governo do estado com a categoria
25/08/2020 25/08/2020 18:17 2071 visualizações

Neste 25 de agosto em que se comemora o DIA DO SOLDADO, data alusiva ao nascimento de Luís Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias, patrono do Exército Brasileiro, gostaríamos de estar celebrando junto com cada militar essa data tão importante para nós, mas infelizmente o que temos mais uma vez é desilusão diante da supressão dos nossos direitos.

 

Lamentavelmente o que temos neste dia 25,  é repetidamente o desrespeito total à categoria no que se refere ao cumprimento dos nossas garantias, a exemplo das promoções daqueles que já cumpriram todos os requisitos legais para a ascensão à graduação desde agosto de 2019 e vêem esse direito mais uma vez suprimido; o atraso nas concessões das progressões que há anos não vem sendo implementadas, desde 2017; a não implementação financeira das promoções de 2019, que deveria ter sido pagas ainda em janeiro deste ano; o pagamento das parcelas restante referente  retroativo dos 4.68, que até hoje não foi cumprido; a implementação data base de 2019/2020, e os retroativos da data base de 2015 a 2018 não pagos até o momento.

 

Apesar da supressão desses direitos os policiais militares continuam exercendo com excelência e extrema dedicação suas funções, e mesmo diante desta grave crise de saúde pública esses nobres guerreiros nunca fugiram à guerra, e jamais se eximiram da responsabilidade de assegurar a ordem e a segurança da população  tocantinense, assim como os bombeiros militares, que diuturnamente vem trabalhando no resgate e no combate aos incêndios que até dia 23 de agosto registraram um total de 4.693 focos de queimadas. O Tocantins já ocupa o 6º lugar no número de queimadas no Brasil.

 

Mesmo diante dessa situação de extrema desmotivação, não poderíamos deixar de homenagear esses brilhantes profissionais, homens e mulheres que realizam seu trabalho com dedicação e comprometimento com a segurança pública do Estado do Tocantins, sendo sinônimo de orgulho para a sociedade e para a gloriosa PMTO e BMTO. 

 

A Diretoria Executiva da APRA-TO parabeniza a todos, apesar dos pesares, e reitera o compromisso em continuar lutando diuturnamente pela garantia dos direitos dos seus associados, ressaltando que a entidade já impetrou na justiça ações requerendo o cumprimento da Lei que trata das promoções dos militares aptos em 2020, ação esta que já teve audiência e está em andamento, bem como a implementação financeira das promoções de 2019 e a implementação do índice da data base 2019/2020. Esperamos que a justiça seja feita e que o Estado venha a cumprir com suas obrigações patronais.