Abertura do III Seminário Internacional de Polícia Comunitária do Estado do Tocantins acontece em Palmas

22/11/2019 22/11/2019 11:49 62 visualizações

Aconteceu na noite de quarta-feira, 20, no auditório do Palácio Araguaia em Palmas, a abertura do III Seminário Internacional de Polícia Comunitária do Estado do Tocantins. O evento é promovido pelo governo do Estado do Tocantins, por intermédio do Núcleo de Polícia Comunitária, em parceria com a Secretaria Nacional da Segurança Pública e Agência de Cooperação Internacional do Japão.

A solenidade de abertura foi presidida pelo comandante-geral da Polícia Militar do Tocantins - coronel Jaizon Veras Barbosa, e contou com a presença do coordenador geral de políticas para a sociedade da Secretaria Nacional da Segurança Pública - coronel do Exército Brasileiro, José Arnon dos Santos Guerra; do coordenador da Agência de Cooperação Internacional do Japão (Jica) - Nobuyuki Kimura, dentre outras autoridades militares e civis, além dos inscritos no Seminário.

A orquestra jovem da Guarda Metropolitana de Palmas fez uma apresentação cultural na abertura da solenidade. Durante o evento ocorreu ainda a entrega simbólica de equipamentos, 26 notebooks, oriundos de convênio entre governo do Tocantins e Secretaria Nacional de Segurança Pública, que atenderão aos conselhos comunitários de segurança e defesa social de diversos municípios tocantinenses. O material foi recebido pelas presidentes dos Consegs de Porto Nacional e Tocantinópolis, Ides Nazaré e Maria Vani.

Esta edição do Seminário Internacional de Polícia Comunitária propõe discussões sobre os desafios da participação social na prevenção primária em segurança pública. Em seu pronunciamento, o comandante-geral da PMTO, ressaltou que as forças policiais tem buscado desempenhar um papel cada vez mais técnico na prevenção e combate a criminalidade em no estado e em todo país, servindo não somente como agente ativo da segurança, mas como suporte para a atuação social para a solução no enfrentamento ao crime e a violência.

Coronel Jaizon destacou ainda que a polícia de proximidade tem deixado de ser somente um conceito, mostrando resultados efetivos nas ações de segurança. Destacou a ampliação dos conselhos comunitários de segurança, com crescimento de 36% em um ano, criação de oito novos Consegs no estado, envolvimento de mais 2.500 pessoas nas redes comunitárias de segurança em Palmas, retrato da eficiência da participação popular. “Em números podemos traduzir essa participação social na prevenção primária em segurança pública, em uma queda de quase 10% no número de furtos e de mais de 16% no número de roubos e uma redução de 28% no número de homicídios”, demonstrou o comandante-geral da PMTO.

Na primeira noite ocorrem três palestras: “Polícia comunitária - aproximação e transformação da sociedade”, com o coronel Guerra; “A atuação da JICA em polícia comunitária e os 60 anos da cooperação internacional do Japão no Brasil”, com Nobuyuki Kimura; “Conselhos comunitários de segurança do Estado do Espírito Santo”, com o coordenador estadual de Polícia Comunitária do Estado do Espírito Santo, major PMES Sandro Roberto Campos.

Uma rodada de discussões sobre os temas abordados nas palestras foi realizada ao final do encontro, sendo conduzida pelo corregedor da Polícia Militar do Tocantins - coronel Marcelo Soares Falcão. O enceramento do Seminário ocorre nesta quinta-feira, 21, às 19h, no auditório do Palácio Araguaia em Palmas.

 

(fonte: Luana Barros/Governo do Tocantins)